Press "Enter" to skip to content

A Colômbia deve regular o mercado de criptomoedas

A Colômbia deve regular o mercado de criptomoedas

O projeto de lei que será discutido nos próximos dias no congresso colombiano foi realizado pelo senador do Partido Radical Change, Jimez Abraham.

O projeto promovido pelo senador Colômbia busca regulamentar o uso de criptomonedas no comércio e individualmente, desta forma, a Colômbia se tornaria o primeiro país da América Latina com os regulamentos e normas para o uso de criptomonedas.

O projeto de lei já foi aprovada pela Câmara dos Representantes tem grande aprovação pelo Congresso do país, este projecto procura também que não há “anonymous” no ecossistema e procura lidar regulamentos lavagem de dinero.En liderados por país, também procura regular a mineração de criptomoedas e registrar os mineiros no Monotributo.

Também foi aprendido que este regulamento procura impor impostos sobre esses ativos virtuais.

Do lado dos países da América do Sul, a regulamentação é complicada, mas há avanços. Bolívia continua a proibição do uso de criptomonedas, bem como a sua implementação nos mercados e bancos. O Brasil deu uma declaração no início do ano em que o Banco Central do Brasil desestimula o investimento em moedas criptografadas.

Argentina e Chile estão atualmente avaliando uma possível lei que contemple a regulamentação do uso de moedas digitais. Argentina tem uma lei à espera no Congresso do país sobre a regulamentação das empresas de tecnologia e criptomonedas. Por outro lado Argentina já está desenvolvendo um blockchain para uso por programadores Argentina, este seria livre, mas sem o uso de moedas digitais.

Até agora, globalmente, Malta é o país mais avançado em termos de moeda virtual.

Análise de criptomoedas – 31 de julho
As melhores criptomoedas para investir

Comments are closed.